Category Archives: Depoimentos de alunos

Vencedora do concurso cultural quer ser escritora

  Juliana Bueno Meirinho (matrícula 51.681), vencedora da promoção “Amar é Criar”, realizada na semana do Dia dos Namorados, quer ser escritora. “Sempre gostei muito de língua portuguesa, quando vi a promoção fiquei muito empolgada para participar. Nunca imaginei que a minha versão para o final de
Romeu e Julieta fosse ganhar. Fiquei muito contente quando recebi a notícia”, afirma.

Para participar da promoção os alunos dos cursos oficiais (técnico ou supletivo) deviam reescrever o final da história Romeu e Julieta. A versão mais criativa ganharia um vale-presente do Boticário no valor de R$ 50,00 e um DVD do filme “Romeu e Julieta”

Aos 16 anos, Juliana concluiu recentemente o Ensino Fundamental e pretende iniciar em seguida o Ensino Médio. A jovem afirma que estudar a distância foi uma decisão essencial para seu desenvolvimento pessoal e profissional. “Essa metodologia prepara mais a pessoa para o futuro, pois exige um comprometimento maior.”

Com a família toda reunida no dia em que veio buscar o seu superprêmio, Juliana confirma que seu futuro será mesmo no mundo das palavras. “Quero fazer o curso superior em Letras e assim poderei me preparar mais para a carreira de escritora”.

Clique aqui e confira o “novo final” para famosa história Romeu e Julieta

 

Leave a Comment

Filed under Depoimentos de alunos

Uma nova conquista

Hoje vamos conferir no BLOG o depoimento enviado pelo aluno do Técnico em Informática, Fernando Becassi (matrícula 48.982).

Em maio desse ano, decidi colocar em prática tudo que aprendi no Instituto Monitor. Entrei em contato a empresa Avon Cosméticos e me cadastrei como revendedor de produtos, e logo comecei a vender seus produtos. No primeiro pedido que encaminhei para empresa consegui revender 50 produtos.

Atualmente tenho onze clientes. Em três meses como revendedor, já estou na sexta campanha e divulgo a Avon em outros bairros. Minha meta é continuar crescendo na empresa, e passar de revendedor para técnico de informática.

Esse sucesso é graças ao aprendizado que obtive e continuo adquirindo do Instituto Monitor, pois foi por meio desta instituição que eu consegui amadurecer meu objetivo e minha vontade de ter um ótimo futuro profissional.

Quero continuar evoluindo e inovando minhas perspectivas profissionais junto com o Instituto Monitor. Serei sempre grato aos professores, a diretoria pedagógica, a dona Elaine Guarisi e o senhor Roberto Palhares por acreditarem na minha capacidade e me abrirem as portas da escola para construir o meu futuro.

O Instituto Monitor, me ajudou a superar minha deficiência física, derrubar os obstáculos que a sociedade impõe, e fui atrás do meu sonho:ter um emprego.

Agradeço sinceramente a todos do Monitor pela ajuda.

Leave a Comment

Filed under Depoimentos de alunos

Caramujo africano: especialista brasileiro é aluno do Instituto Monitor

Caramujo africano: especialista brasileiro é aluno do Instituto Monitor

Desde pequeno José de Pontes descobriu que a persistência é o segredo para o sucesso. Natural de Juquiá, cidade localizada no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, aos seis anos já vendia sorvete na cidade para ajudar no orçamento familiar.

Teve uma infância muito humilde, mas o estudo sempre foi prioridade. Aos 16 anos, depois de ver uma propaganda sobre o curso de Radiotécnico do Instituto Rádio Técnico Monitor, decidiu se matricular. “Quando comecei a estudar as apostilas vi uma oportunidade de proporcionar um futuro melhor a minha família”, afirma.

O ex-aluno relata que muitas pessoas quiseram desmotivá-lo, mas não desistiu e logo começou a trabalhar consertando rádios, televisores, e eletrodomésticos. “Com o curso do Monitor passei a acreditar mais em mim, vi que era capaz de fazer tudo que eu quisesse”, comenta.

Um pouco de história
Era muito comum haver na cidade, e em toda a região do Vale do Ribeira, uma grande proliferação de caramujo gigante africano. Mesmo parecendo seres indefesos, são causadores de muitas doenças, que podem levar à morte. “Perdi um grande amigo, ele contraiu barriga d’água. Quando ele morreu sabia que precisava fazer algo.”

Desde então, José de Pontes iniciou uma pesquisa sobre os hábitos do caramujo. Após 10 anos de estudos tornou-se o único brasileiro especializado no combate ao caramujo gigante africano.

Como o nome mesmo revela, o caramujo gigante africano é originário da África. Ele entrou ilegalmente no Brasil, por Curitiba, em 1988, e despertou o interesse de moradores e empresários rurais de várias cidades. Mas a dificuldade na hora de vender o produto fez com que maioria dos investidores desistisse do empreendimento, e os caramujos foram abandonados na natureza.

Um novo desafio
Quando iniciou suas pesquisas, José de Pontes achou que não conseguiria atingir seu objetivo, já que nunca havia estudado sobre a área. “Então eu me lembrei que era capaz de tudo. Apreendi a acreditar em mim quando fiz o curso no Monitor.”

O jovem pesquisador foi um autodidata, trabalhava durante o dia consertando aparelhos e à noite estudava o comportamento dos caramujos. “Se não fosse pelo curso que fiz no Instituto Monitor não teria conseguido financiar a minha pesquisa, pois não teria um emprego”, comenta.

Durante seus estudos descobriu que o caramujo percorre 30 metros por noite e coloca seus ovos até 50 centímetros dentro do solo. “Ele acasala de 12 a 14 vezes por noite é hermafrodita, mas mesmo assim precisa se fecundar”, explica.

“Esses moluscos são transmissores de um tipo de meningite e podem provocar tumores no estômago. O homem também pode contrair as doenças ao ingerir as larvas dos vermes encontradas no muco que eles deixam em verduras, legumes e frutas”, alerta.

Revolucionando tudo que havia sido inventado até hoje, José de Pontes, criou um método natural para combater o caramujo. “A armadilha é feita em tubo de PVC, para onde os caramujos são atraídos por uma isca feita de 14 produtos naturais, incluindo pó do próprio caramujo, e mais 14 produtos artificiais”, esclarece.

“O nosso trabalho ainda é muito difícil mas aos poucos estamos conseguindo divulgar e conscientizar a população sobre a importância do combate ao caramujo”, comenta.

Em suas palestras, além de orientar sobre o combate ao caramujo, José de Pontes reforça a importância do estudo. “Eu tenho muito a agradecer ao Instituto Monitor que me proporcionou o aprendizado de uma profissão e com ela pude realizar um outro sonho meu.” Ele conclui dizendo que a educação a distância é um incentivo para quem precisa trabalhar e estudar ao mesmo tempo.

Leave a Comment

Filed under Depoimentos de alunos