Category Archives: É assim que se fala!

É ASSIM QUE SE FALA – DEBAIXO x DE BAIXO

Mais uma dúvida comum do dia a dia. Em que momento devemos usar debaixo (junto) e em quais de baixo (separado) será a forma correta?

É muito simples, debaixo (tudo junto) deve ser usado sempre que anteceder a preposição de. Confira os exemplos:

a)
Quando o terremoto começou, procuramos proteção debaixo da mesa.

b)
Ernestina tinha o péssimo hábito de esconder a sujeira debaixo do tapete.

Agora, se a frase não apresentar a preposição de, como nos exemplos acima, ela deverá ser grafada com de baixo (separado). Veja os exemplos:

a)
Meu vizinho do andar de baixo não respeita o horário noturno.

Observe que também deveremos usar a forma de baixo quando estiver relacionada com as palavras cima ou alto:

Olhou-a de baixo a cima.

É fácil, não é? Agora é só prestar atenção para não errar. Até a próxima quarta!

Leave a Comment

Filed under É assim que se fala!

É assim que se fala! – Falhas na comunicação

Olá queridos alunos, tudo bem?

Na semana passada falamos sobre os elementos da comunicação e aprendemos que o processo de comunicação envolve os seguintes elementos:

1.Emissor

Também pode ser denominado como destinador ou remetente. É a pessoa (ou um grupo, empresa, instituição, etc.) que produz a mensagem.

2.Receptor

É o destinatário, ou seja, a pessoa (ou grupo, empresa, instituição, etc.) que recebe a mensagem.

3.Mensagem

É o conteúdo das informações a serem transmitidas.

4.Canal de comunicação

É o meio usado para que a mensagem seja transmitida.

5.Código

É o conjunto de signos (a linguagem utilizada) que serão usados para transmitir a mensagem. Neste caso, o emissor codifica a mensagem que será transmitida através de um determinado canal de comunicação e que deverá ser decodificada pelo receptor.

6.Referente

Também pode ser denominado de contexto. É a situação ou objeto a que a mensagem se refere.

Agora, para que a comunicação aconteça de forma eficaz, é importante que tanto o emissor (quem comunica), quanto o receptor (quem recebe a comunicação) utilizem o mesmo código e, mais que isto, que o receptor o decodifique corretamente.

Veja o seguinte exemplo:

Perceberam? Ao dizer que tinha um problema com bebidas, o garoto queria dizer que tinha uma lição de casa que pedia a resolução de um problema matemático que envolvia bebidas, mas a mãe, embora conhecesse o código (Língua Portuguesa) utilizado pelo filho, não se atentou ao referente (contexto) e pensou que o filho tivesse problemas com alcoolismo. É por isso que dizemos que todos os elementos envolvidos em um processo de informação são importantes, pois qualquer “quebra” em um deles gera uma Falha de Comunicação.

O exemplo acima demonstra que devemos estar atentos ao processo de comunicação. Nele, a separação dos pais acontece apenas para criar o efeito de humor no quadrinho, mas, infelizmente, falhas de comunicação também acontecem no ambiente empresarial e acabam gerando prejuízos que seriam facilmente evitados se todos os elementos que compõe a informação fossem tratados com a devida importância.

Essa é a dica de hoje. Na próxima quarta-feira teremos mais uma aula. Até lá!

Leave a Comment

Filed under É assim que se fala!

É assim que se fala! – Elementos da comunicação

Vivemos em sociedade, sendo assim, precisamos interagir com outros a todo momento. Por isso, a comunicação, que acontece por meio da linguagem, é muito importante. Que tal aproveitarmos a aula de hoje para entendermos um pouco mais sobre esse processo?

Primeiramente, há alguns elementos necessários para que a comunicação ocorra. São eles:

ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO

1.Emissor

Também pode ser denominado como destinador ou remetente. É a pessoa (ou um grupo, empresa, instituição, etc.) que produz a mensagem.

2. Receptor

É o destinatário, ou seja, a pessoa (ou grupo, empresa, instituição, etc.) que recebe a mensagem.

3.Mensagem

É o conteúdo das informações a serem transmitidas.

4.Canal de comunicação

É o meio usado para que a mensagem seja transmitida.

5.Código

É o conjunto de signos (a linguagem utilizada) que serão usados para transmitir a mensagem. Neste caso, o emissor codifica a mensagem que será transmitida através de um determinado canal de comunicação e que deverá ser decodificada pelo receptor. Para que a comunicação aconteça com eficiência é importante que emissor e receptor conheçam e utilizem o mesmo código.

6.Referente

Também pode ser denominado de contexto. É a situação ou objeto a que a mensagem se refere.

Exemplo:

Em uma carta de amor, o redator  é o emissor, enquanto o leitor será o receptor. A informação passada será a mensagem. Se o texto for escrito em uma folha de papel, ela será o canal de comunicação, porém, se for digitada, o canal será a tela do computador, e assim por diante. Ao escrever, o emissor selecionou um determinado código, que pode ser a Língua Portuguesa, por exemplo. Já o referente será a situação que gerou a carta de amor, que poderia ser, quem sabe, a necessidade do emissor declarar seu sentimento para o receptor.

É fácil, não é? Na próxima semana falaremos um pouquinho mais sobre comunicação.  Até lá!

Leave a Comment

Filed under É assim que se fala!